Acervo B3 no MASP

Além de trabalhar incansavelmente pela evolução do mercado financeiro, a B3 também se preocupa com o desenvolvimento do Brasil. Por isso, cria e apoia iniciativas que geram valor para a sociedade. Afinal, cultura e conhecimento sempre foram ótimos investimentos. O projeto “Acervo B3 no MASP” é prova disso. B3. Com o mercado, para o futuro.

Alberto da Veiga Guignard

Figura de Menino com Camisa Branca Listrada, 1961

Aqui vemos a habilidade de Guignard em criar retratos. Perceba como os traços e tons são delicados e como o fundo dá a sensação de infinito. De formação clássica, Guignard usava a técnica dos renascentistas de cobrir a tela com uma camada de cinza antes de pintar. Assim, suas obras tinham mais unidade e contrastes de cores. Estima-se que ele tenha pintado mais de 700 retratos.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

Antonio Ferrigno

Ladeira Porto Geral, 1893/1905

A obra mostra a paixão do artista pela paisagem urbana. Ferrigno adorava retratar lavadeiras na beira do rio e pôde ver essa cena diversas vezes quando chegou em São Paulo, em 1893. Usando tons suaves, ele destaca em primeiro plano o rio Tamanduateí, além do velho convento do Carmo. Suas pinceladas miúdas, longas e finas resultaram no efeito do brilho e da luz, refletidos no rio.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

Antonio Ferrigno

Rio Tamanduateí, 1894

A pintura mostra o gosto do artista em pintar água e reflexos. Essa é uma das primeiras versões da obra, criada um ano após a sua chegada ao Brasil, em 1893. Ferrigno escolhia sempre na paisagem urbana os trechos com pontes, olarias e portos de areia às margens de rios. Como você pode ver, os reflexos da pintura indicam que talvez ele não tenha sido indiferente ao impressionismo.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

Antonio Ferrigno

Rua 25 de Março, 1894

A pintura retrata uma cena que já havia encantado Ferrigno na Itália: as lavadeiras de beira-rio. Pintada em 1894, a obra traz tons rosados, amarelos e azuis nas casas, que se misturam ao azul do céu e às cores das roupas das lavadeiras. Ferrigno usou pinceladas miúdas ou espatuladas para alcançar esse efeito de luz refletida no rio. Sua obra é um importante registro da São Paulo antiga.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

Benedito Calixto

Porto de Santos, SP [visto à direita], 1890

A pintura revela toda a sensibilidade do artista e sua paixão pelo litoral paulista. Com predominância de tons azuis, a tela exibe um mar cheio de significados e de história. Repare como a luz tropical foi captada e também na sutileza do céu, do mar e dos reflexos na água. Benedito Calixto se empenhou para representar as paisagens litorâneas de São Paulo.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

Benedito Calixto

Porto de Santos, SP [visto à esquerda], 1890

A pintura revela toda a sensibilidade do artista e sua paixão pelo litoral paulista. É possível ver que Benedito Calixto representou a luz tropical e suas sutilezas cromáticas nessa obra, apresentando um romantismo moderno. O tema “Desenvolvimento de Santos e do Estado de São Paulo”, atribuído ao seu trabalho, foi abordado com maestria em sua produção artística.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

Ernesto de Fiori

Cena de rua, 1942

A tela revela sensibilidade e espontaneidade. Duas características de Ernesto De Fiori, o artista italiano que, ao chegar ao Brasil em 1936, se apaixonou pelo país. Aliás, a maioria de suas pinturas foram criadas por aqui. Gostou das cores e da composição? Tanto elas quanto as pinceladas ligeiras mostram o espírito da época e do artista.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

Ernesto de Fiori

Figura de Mulher, s. d.

A obra foi pintada em camadas transparentes de tons predominantemente violetas, azuis e rosas e pinceladas resolutas. É possível ver um vigor que surpreende o olhar até hoje. De Fiori apresenta em seu trabalho uma sensível influência do cubismo e do surrealismo, mas tudo bem equilibrado. A preocupação com a temática sempre foi constante em sua obra. Além de sua preferência em representar a figura humana, o artista também pintava paisagens.

CLIQUE E SAIBA MAIS SOBRE A OBRA E O ARTISTA

O conteúdo da obra foi produzido pela B3. Para saber mais, visite nossas obras no MASP.

AGENDA

TER-DOM: 10H ÀS 18H (BILHETERIA ABERTA ATÉ 17H30) QUI: 10H-20H (BILHETERIA ABERTA ATÉ 19H30) SEG: FECHADO
Com exceção das segundas-feiras, o MASP abre normalmente em dias de feriado, exceto nos dias 24 e 25.12 (feriado de Natal) e nos dias 31.12 e 1.1 (feriado do ano-novo), dias em que permanece fechado. Qualquer alteração de horário é normalmente comunicada nas mídias sociais do Museu.

INGRESSOS

ADULTOS R$ 35
ESTUDANTES / PROFESSORES R$ 17
MAIORES DE 60 ANOS R$ 17
CRIANÇAS ATÉ 10 ANOS NÃO PAGAM
TERÇAS-FEIRAS ENTRADA LIVRE

O ingresso dá direito a visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita. O MASP aceita todos os cartões de crédito. Acessível a deficientes.

COMO

VISITAR

AVENIDA PAULISTA, 1578 –

CEP 01310-200 SÃO PAULO-SP, BRASIL –

TELEFONE + 55 11 3149-5959

COMO

CHEGAR

  • Bike
  • Metro
  • Carro
  • Onibus

Bike
Bicicletário disponível aos visitantes localizado atrás da bilheteria.

O MASP não se responsabiliza por furtos e danos causados em bicicletas e objetos deixados no bicicletário.

Serviço gratuito.

Mêtro
Linha Verde, estação Trianon-MASP

Automóvel
Estacionamentos conveniados para visitante MASP, período até 3h. (é preciso carimbar o ticket do estacionamento na bilheteria ou recepção do museu):

CAR PARK (ALAMEDA CASA BRANCA 41)
segunda a sexta-feira, 6-23h: R$ 14 sábado, domingo e feriado, 8-20h: R$ 13
PROGRESS PARK (AV. PAULISTA 1636)
seg-sex, 7-23h: R$ 20 sábado, domingo e feriado, 7-18h: R$ 20

Ônibus
Bicicletário disponível aos visitantes localizado atrás da bilheteria.

Visite o site da SP Trans

Bike
Bicicletário disponível aos visitantes localizado atrás da bilheteria.

O MASP não se responsabiliza por furtos e danos causados em bicicletas e objetos deixados no bicicletário.

Serviço gratuito.

Mêtro
Linha Verde, estação Trianon-MASP

Automóvel
Estacionamentos conveniados para visitante MASP, período até 3h. (é preciso carimbar o ticket do estacionamento na bilheteria ou recepção do museu):

CAR PARK (ALAMEDA CASA BRANCA 41)
segunda a sexta-feira, 6-23h: R$ 14 sábado, domingo e feriado, 8-20h: R$ 13
PROGRESS PARK (AV. PAULISTA 1636)
seg-sex, 7-23h: R$ 20 sábado, domingo e feriado, 7-18h: R$ 20

Ônibus
Bicicletário disponível aos visitantes localizado atrás da bilheteria.

Visite o site da SP Trans